Durante a programação do I Seminário de Direitos Humanos e Mobilidade Humana, promovido pela Escola do Judiciário, acadêmicos de graduação e pós-graduação, expuseram trabalhos científicos com os temas: Direitos Humanos, Fluxos Migratórios e Violência Urbana.

Ao todo, sete trabalhos acadêmicos foram apresentados. A iniciativa ocorreu em parceria com o Programa de Mestrado Profissional em Segurança Pública, Direitos Humanos e Cidadania da Universidade Estadual de Roraima.

A professora da Universidade de Brasília (UnB), Fernanda Lage, foi uma das conferencistas do Seminário e acompanhou a apresentação dos trabalhos acadêmicos.

“A iniciativa da Escola do Judiciário é extremamente importante e essencial para o contexto que tem se vivido no Estado. A aproximação com a Universidade faz com que se gere um espaço de criação de conhecimento e discussão muito relevante para construção de soluções e melhoria da realidade concreta da região. É importante dialogar sobre direitos humanos, sobre conceito de cidadania e sobre a importância da compreensão do outro como sujeito de direitos e da criação de igualdade entre todos os seres humanos”, afirmou.

A estudante do curso de Direito da Universidade Federal de Roraima Vanessa Lopes apresentou o trabalho acadêmico com o tema: Direito à cidade em face dos processos migratórios intensos. Um caso da migração venezuelana em Boa Vista.

“Eu achei uma proposta muito interessante da Ejurr de dar essa oportunidade para os acadêmicos que estão em constante desenvolvimento de pesquisa, especialmente propor discussões sobre o fluxo migratório que é um assunto que está resultando em muitos debates”, concluiu.