Na manhã desta quinta-feira (28), a Escola do Poder Judiciário de Roraima realizou sua aula magna do ano de 2019. Na solenidade, estiveram presentes o diretor da Escola do Judiciário, desembargador Cristóvão Suter, o presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, desembargador Mozarildo Cavalcanti, o juiz de direito do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Maurício Cunha, a desembargadora Elaine Bianchi, magistrados e servidores do Poder Judiciário de Roraima.

O diretor da Escola do Judiciário, desembargador Cristóvão Suter, destacou o avanço na oferta dos cursos pela EJURR, enfatizando que o calendário de atividades está disponível para todo o ano de 2019.

“Disponibilizamos ainda em 2018 um curso de pós-graduação e pretendemos oferecer no corrente ano de 2019 mais duas especializações e um mestrado. Nosso Tribunal sai na frente em relação à qualidade e oferta de cursos. O atual presidente Mozarildo Cavalcanti, à semelhança  de sua antecessora, desembargadora Elaine Bianchi, tem dado todo apoio ao crescimento e fortalecimento da Ejurr”, afirmou.

Por sua vez, o presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, desembargador Mozarildo Cavalcanti, elogiou o trabalho da EJURR, destacando que a capacitação continuada é de extrema relevância para a prestação jurisdicional.

“É uma honra participar da abertura dos trabalhos da Escola que está a todo vapor. Este é apenas um evento formal dessas atividades. O Poder Judiciário de Roraima vem buscando qualidade na prestação jurisdicional e, proporcionar capacitação para todos aqueles que fazem parte do órgão, é fundamental para que possamos manter nossos níveis de eficiência reconhecidos nacionalmente. O desembargador Cristóvão Suter foi reconduzido à direção da EJURR por sua competência e excelente trabalho no biênio anterior”, afirmou.

O juiz de direito do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Maurício Cunha,  palestrante do dia,  que trouxe como tema do curso "Atualização legislativa e jurisprudencial 2018- Processo Civil", enfatizou: “É uma satisfação retornar a Boa Vista, uma cidade que gosto muito e onde sempre sou muito bem acolhido.  Nesse encontro teremos a oportunidade de conversarmos um pouco sobre as novidades legislativa e jurisprudencial  e que interferiram no direito processual civil”, pontuou.