os técnicos do TJRO, Aurélio Zenor e Riberval Saraiva, vieram presencialmente em Roraima para realização do serviço junto com a equipe de tecnologia local
 

Foto: Seproc/EJURR
 


 

A Escola do Poder Judiciário de Roraima (Ejurr) recebeu durante os dias 17 a 19 de outubro, os técnicos da Escola da Magistratura de Rondônia (Emeron), para implementação do sistema desenvolvido pela escola rondoniense em Roraima. Na qual o Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) afirmou o Acordo de Cooperação Técnica nº 05/2022-TJRR com o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO).


Nesta semana, os técnicos do TJRO, Aurélio Zenor e Riberval Saraiva, vieram presencialmente em Roraima para realização do serviço junto com a equipe de tecnologia local, na qual vem passando por uma série de adaptações para atender as demandas da Ejurr. O sistema está em fase de implementação. 


De acordo com a desembargadora diretora da Ejurr, Elaine Bianchi, a necessidade de implementação de um sistema para gerir as ações e registros da escola foi uma demanda que foi apontada ainda pela gestão anterior da Ejurr. Desta forma,  será uma grande contribuição que o novo sistema vai proporcionar para a gestão da escola.
 

“Desde o período de transição, a atual equipe da escola vem percebendo o quanto é dificultosa a consolidação de dados referente à atuação da escola e à formação e aperfeiçoamento dos magistrados e servidores. O EmeronWeb, dessa forma, vai facilitar inclusive a emissão dos relatórios que periodicamente são solicitados tanto pelo Conselho Nacional de Justiça, quanto pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados", declarou a desembargadora Elaine.



 

A magistrada ainda ressaltou que a escola está focada em ações de inovação, sejam elas procedimentais ou também tecnológicas, visando sempre a facilitação do desempenho das atividades exercidas. Esta é a segunda fase de trabalho para a implantação do novo sistema de gestão da Ejurr, que deve otimizar a rotina de trabalho unificando o fluxo e promovendo mais eficiência na gestão das ações de formação e aperfeiçoamento de magistrados e servidores.
 

O servidor do TJRO Aurélio Zenor, um dos responsáveis pela instalação do sistema, destacou que "as funcionalidades do novo sistema como inscrição dos usuários, frequências, certificação e emissão de relatórios, além de outras funções administrativas e orçamentárias vão auxiliar a equipe na otimização das atividades rotineiras". O também servidor do TJRO, Riberval Saraiva, evidenciou a "facilidade que o sistema promove para os participantes dos cursos, uma vez que eles poderão fazer tudo online de maneira mais autônoma".
 

A próxima etapa do processo começa no dia 07 de novembro com o treinamento dos servidores da Ejurr no uso das ferramentas da nova aplicação. Serão cinco dias de treinamento com a presença de outra equipe da Emeron que vai fazer a apresentação e acompanhamento do início da inserção dos dados na plataforma.