Formação para magistrados e seus assessores visa reduzir os riscos de decisões equivocadas fornecendo instrumentos para neutralizar os chamados vieses implícitos.

Estão abertas as inscrições para o curso de “Reconhecimento Pessoal e Testemunho: Atualizações sobre Provas Dependentes da Memória”, a ser realizado pelo Instituto de Defesa do Direito de Defesa (DDD) em parceria com a Escola Judicial do Amapá (Ejap). A formação é exclusiva para magistrados e magistradas e seus assessores e assessoras.

Os magistrados e assessores interessados podem realizar as inscrições preenchendo o formulário online aqui, o qual ficará disponível até o dia 6/10 ou até que as 180 vagas disponíveis sejam preenchidas.

O curso tem como objetivo munir magistrados e assessores de todo o Brasil com conhecimentos de ponta a respeito das causas mais frequentes de erros judiciários, sobretudo aqueles decorrentes de provas dependentes da memória, sejam testemunhais ou de reconhecimento pessoal. O conteúdo visa ainda disponibilizar o que há de mais recente em termos de métodos para redução dos riscos de decisões equivocadas, partilhando instrumentos para identificação e neutralização dos chamados vieses implícitos.

A coordenação é de Ilana Kapah, juíza de Direito no Tribunal de Justiça do estado do Amapá e Mestra em Direito pela Universidade de Harvard; Janaína Matida, professora de Direito; e Verónica Hinestroza, consultora e assessora sênior em Direito.

O curso será dividido em 10 sessões ministradas por especialistas brasileiros e estrangeiros. Cada sessão terá duração de 2 horas, incluindo um momento de perguntas e respostas, contando com moderação e tradução simultânea nos casos necessários. As sessões não serão gravadas e não poderão ser reproduzidas.
 

 
Confira a programação completa!

 
13/10 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO INTRODUTÓRIA
Abertura do curso e o impacto das condenações injustas
Desembargador Dr. Adão Joel Gomes de Carvalho (Escola Judicial do Amapá – EJAP)
Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD)
Ilana Kapah, Janaína Matida e Verónica Hinestroza
Palestra de abertura: Darrell Jones (inocentado após 32 anos preso por erro judicial)
 
15/10 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO 2
Psicologia do Testemunho
Palestra: Lilian Stein (Professora do Programa Profissional em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC)
 
18/10 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO 3
Vieses Implícitos e Explícitos
Palestra: David A. Hoffman (Harvard University/EUA)
 
21/10 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO 4
Reconhecimento de Pessoas
Palestra: William Cecconello (Faculdade IMED – Rio Grande do Sul)
 
25/10 – 10h às 12h (BRT)
SESSÃO 5
Reconhecimento de Pessoas: Desafios dos Magistrados
Palestra: Ministro Rogério Schietti Cruz (Superior Tribunal de Justiça) e Gustavo Badaró (Professor Titular de Direito Processual Penal da Universidade de São Paulo)
 
03/11 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO 6
Entrevista de Investigação
Palestra: Gavin Oxburgh (Northumbria University/Reino Unido)
 
05/11 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO 7
Memória e Técnica da Linha do Tempo
Palestra: Lorraine Hope (University of Portsmouth, Reino Unido)
 
10/11 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO 8
Influência de algemas e outros instrumentos de contenção nas audiências
Palestra: Matthew McEvoy (Omega Research Foundation)
 
17/11 – 14h às 16h (BRT)
SESSÃO 9
Inteligência artificial, reconhecimento facial e aprendizado de máquina
Palestra: Clare Garvie (Georgetown University/EUA) e Pablo Nunes (Centro de Estudos de Segurança e Cidadania: CESeC)
 
19/11 – 10h às 12h (BRT)
SESSÃO 10 – Palestra de encerramento
Os juízes e o risco de condenação de inocentes
Palestra: Perfecto Andrés Ibañez (Magistrado Emérito do Tribunal Supremo da Espanha)