Logo após a eleição que definiu o nome da desembargadora Elaine Bianchi para comandar a Escola do Poder Judiciário de Roraima no biênio 2021/2023, ocorrida no último dia 2 de dezembro, a atual gestão da Ejurr deu início às providências necessárias para viabilizar o processo de transição.

Formalizado o convite à diretora eleita, o atual diretor da Escola do Judiciário, desembargador Cristóvão Suter, recebeu a magistrada e sua equipe para uma visita oficial à sede da Ejurr.

Na oportunidade, o magistrado apresentou a equipe de profissionais que atua na unidade, discorrendo sobre as atividades desenvolvidas pela Escola e visitação a todas as dependências, setores administrativos e espaços voltados às ações formativas, como salas de aula, laboratório de informática e auditório.

Segundo a desembargadora Elaine Bianchi, quem já passou pela gestão sabe que essa transição é fundamental e que sem esse contato pode realmente haver problemas com a continuidade, principalmente na Escola que tem um calendário de cursos. “Agradeço a recepção calorosa da equipe da Ejurr e, principalmente, pela boa vontade de passar para nós tudo o que vocês aprenderam e realizaram aqui para que essa Escola possa continuar sendo excelente e uma das melhores desse País”, afirmou a magistrada.

O desembargador Cristóvão Suter destacou a importância de se estabelecer uma transição efetiva e transparente, contribuindo para o aperfeiçoamento das ações da escola Judiciária. “Nos próximos dois anos a Ejurr continuará com ações de excelência, sob a competente direção da eminente desembargadora Elaine Biacnhi”, afirmou o atual diretor.

Ao longo dos últimos dias, novas reuniões entre as equipes de trabalho foram realizadas, sendo repassadas informações diversas sobre estrutura, legislação e atividades desenvolvidas pela Escola do Judiciário.
Além disso, alguns servidores que atuarão na Escola, têm acompanhado in-loco o trabalho realizado na unidade.
As iniciativas relacionadas ao processo de transição devem ser reafirmadas até a realização da posse da nova diretoria, que deve ocorrer na primeira semana de fevereiro de 2021.